Tendencia, estilo e saber viver!!!

Seja dia ou seja noite, faça sol ou faça chuva! Não há lugar no mundo com a energia que esta terra tem!!!

segunda-feira, outubro 23, 2006

Barzinho

Barzinho. Amigos se encontram, bebem, batem papo. Tradição antiga entre nós. Na universidade, então, nem se fala. Assim que a aula acaba, parte sempre um coletivo em direção àquele espaço de confraternização inigualável. Afinal de contas, se o Rio é de Janeiro, cerveja no copo de todos é refresco.

Tem as meninas que só falam dos meninos. Não, nunca os que estão juntos na mesa. Falam daquele que rodou na festa de ontem, daquele que nunca para de ligar e daquele que não liga nunca.

Tem os meninos que só falam das meninas. Pois é, falam daquela maravilhosa que dançou sozinha a noite inteira, daquela gata que um deles pegou no último domingo e daquele monstro que tentou agarrar o Sílvio, coitado. As piores sempre sobram para o Sílvio.

Há aqueles que não falam de quase nada. Ficam quietos no canto, como juízes ou admiradores do ritual. Com freqüência bebem coca-cola.

Há os tagarelas, que não se importam com o assunto, falam qualquer coisa, o tempo todo e sempre. Com freqüência não bebem só cerveja.

E, no canto do ouvido, todos falam todos os segredos que conseguem.

E falam de tudo e de todos. Da Luiza, que tomou um porre no último sábado. Do Sérgio, que não sai nunca por causa da namorada. Dos planos para o futuro. Da boate nova. Da sandália que a Gisele acabou de comprar. Do futebol toda quinta-feira. Do Lula. Do Geraldo. Falam até do Zorra Total (o próprio bar é uma zorra total).

E daí que todos se despedem, alguns solteiros, outros acompanhados. Alguns vão pra casa, outros seguem pela noite. O fato é que, sempre que se senta num barzinho, a diversão entre amigos é fundamental.